quarta-feira, 11 de maio de 2011

Arte do Dia a Dia

A Arte está presente no dia-a-dia, nas ruas, jardins, praças, museus, parques, templos.
Quem vai dizer o que é uma obra-de-arte? Quem dita a moda, o que é ou não é arte? Na história vemos que muitos artistas foram reconhecidos séculos depois, e em sua própria época marginalizados, na música por exemplo, Beethoven não era compreendido em seu tempo, e hoje o que conhecemos como orquestra se deve a ele, e foi Wagner o responsável por tirá-lo do esquecimento; a Nona Sinfonia, opus 125, introduziu o canto e é ouvida até em propagandas de tv, mesmo que não se reconheça a obra que ali está_ quando Beethoven a apresentou não acreditou no retorno financeiro que teve, ficando realmente muito decepcionado.

Cabe ao futuro dizer o que é Arte. Ou seja, a arte não expressa só a contemporaneidade, vai além.

Inspiração artística e atividade artística, não são classificadas necessariamente como arte, vemos em muros grafite/pichação que por vezes é fotográfica, simbólica, utilizando-se de códigos, faz parte da cidade, retrata a vida urbana, tem um quê de arte.
A Arte está presente no dia-a-dia, nas ruas, jardins, praças, museus, parques, templos.
Quem vai dizer o que é uma obra-de-arte? Quem dita a moda, o que é ou não é arte? Na história vemos que muitos artistas foram reconhecidos séculos depois, e em sua própria época marginalizados, na música por exemplo, Beethoven não era compreendido em seu tempo, e hoje o que conhecemos como orquestra se deve a ele, e foi Wagner o responsável por tirá-lo do esquecimento; a Nona Sinfonia, opus 125, introduziu o canto e é ouvida até em propagandas de tv, mesmo que não se reconheça a obra que ali está_ quando Beethoven a apresentou não acreditou no retorno financeiro que teve, ficando realmente muito decepcionado.

Cabe ao futuro dizer o que é Arte. Ou seja, a arte não expressa só a contemporaneidade, vai além.

Inspiração artística e atividade artística, não são classificadas necessariamente como arte, vemos em muros grafite/pichação que por vezes é fotográfica, simbólica, utilizando-se de códigos, faz parte da cidade, retrata a vida urbana, tem um quê de arte.




Bem,esse foi mais uma postagem nossa. Beijim e até mais!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário